Dicas de Estudo

Por que participar de olimpíadas do conhecimento?

agosto 27, 2016

‘Pera aí, o que são Olimpíadas Científicas? 

Já ouviu falar de Olimpíadas Científicas? Se você der uma chance à elas, não será mais a mesma.

Se sua escola tradicionalmente participa das Olímpiadas, você sabe bem do que estou falando: uma galera passando mais tempo na escola do que todo mundo, às vezes viajando e, quando voltam com uma medalha, todo lugar pra onde você olha tem um cartaz com o(s) nome(s) dela(e)(s). Talvez… sua escola não seja dessas, ou você não tenha tempo, ou não esteja a fim, ou ache que não vale a pena o esforço TODO se não rolar sequer uma medalhinha; e, por essas e outras razões, você nunca tenha participado e nem tenha intenção de participar de uma Olímpiada Científica

    Você não é obrigada, mas… pense de novo. 

  1. Antes de se perguntar por que sim?, se pergunte por que não

Pra maioria das suas razões, existe soluções. Sem tempo? Dê um destino àquela meia horinha que você passa stalkeando os crushes pessoas totalmente aleatórias no Instagram, ou assista a um episódio de seriado a menos depois do almoço. Falta de apoio da escola? Pesquise os conteúdos na Internet ou, melhor ainda, recorra aos seus professores orientadores (oficiais ou adotados). Ah, mas eu sei que não vou ganhar nada mesmo…? Sobre isso… 

Já ouviu falar de Olimpíadas Científicas? Se você der uma chance à elas, não será mais a mesma.
(tumblr.com)

 

2. E daí se (se) você não ganhar “nada”?

Em primeiro lugar, você nunca ganha nadaTudo que eu incluí nesse post é um exemplo de que as Olimpíadas Científicas vão muito além de medalhas e menções honrosas. Se você ganhar, *sinta-se abraçada*. Se não, benzinho, se você não acreditar de jeito nenhum que o MAIS importante é participar, lembre-se de que você já era boa antes e vai continuar sendo, então siga em frente. Quem sabe da próxima vez? Nossa equipe só foi classificada pra fase final da Olímpiada de História na segunda tentativa.

Já ouviu falar de Olimpíadas Científicas? Se você der uma chance à elas, não será mais a mesma.
Você pode trabalhar bastante e dar tudo que você tem… e perder. (tumblr.com)

3. Saia da rotina.

Treinar questões pro vestibular, estar presente (“aprender” é uma palavra forte) em aulas sobre conteúdos de vestibular, vestibular, vestibular… dois altos. Tirar umas férias dessa vida de casa-escola, escola-casa, socorro-o-ENEM-é-amanhã-eu-não-sei-nada não é só uma recomendação, é uma questão de sanidade, benzinhos (digno de o Ministério da Saúde adverte…). As Olimpíadas Científicas vão te dar um descanso disso tudo, ainda mantendo seu intelecto à todo vapor.

Já ouviu falar de Olimpíadas Científicas? Se você der uma chance à elas, não será mais a mesma.
O começo de algo novo… (vhgifs.tumblr.com) #nãoresisti

4. Aprenda.

Se você tá mais pra Humanas mas decide fazer a Olimpíada de Matemática, vá lá… por que não, não é mesmo? Mas, mesmo que a temática da Olimpíada escolhida seja a sua praia, você vai ter contato com conteúdos que você nunca veria na escola, que você pesquisaria em casa quando desse tempo ou que você só veria em documentários. Enfim, você vai muito além do que você aprende na escola. 

Já ouviu falar de Olimpíadas Científicas? Se você der uma chance à elas, não será mais a mesma.
Vocês vão aprender hoje. (tumblr.com)

5. Dê uma de autodidata.

Como não tá incluso nos programas das escolas a maioria dos conteúdos (ou os detalhes deles) que caem nas Olimpíadas Científicas, você vai ter de se virar e aprender sozinha (o significado de autodidata), seja do jeito que for (livros, video aulas, tirar dúvidas e por aí vai…). Se autodidatar a ser autodidata vai ser útil pelo resto da sua vida, em qualquer profissão ou estilo de vida da sua escolha.

Já ouviu falar de Olimpíadas Científicas? Se você der uma chance à elas, não será mais a mesma.
(gifsme.com)

6. Aprofunde-se nos assuntos que você realmente gosta.

Se você é como eu, não aguenta ter de gravar detalhezinhos superminunciosos de assuntos que você nunca vai usar na vida ou simplesmente não é do seu interesse. Em Olimpíadas Científicas, por outro lado, pode ser que você tenha de estudar bastante e o assunto pode até ser meio complexo mas… a diferença é que vai ser de uma disciplina da sua escolha. Isso faz toda a diferença.

Já ouviu falar de Olimpíadas Científicas? Se você der uma chance à elas, não será mais a mesma.
Que ótimo dia para fazer ciência. (rebloggy.com)

7.  Conta como atividade extracurricular.

As universidades gringas a-do-ram Olimpíadas Científicas. A maioria dos alunos aprovados não só pras grandonas bem como outras menos conhecidas participou de alguma Olimpíada. Na verdade, na verdade mesmo só a partipação já dá um up no currículo de qualquer um. 

Já ouviu falar de Olimpíadas Científicas? Se você der uma chance à elas, não será mais a mesma.
(envision-hotel-boston.com)

8. Desafie a você mesma.

OK, tá bom, certo, eu admito: dá um trabalhão, pelo menos a ONHB  dá. Ficar mais tempo na escola pra terminar um trabalho ou assistir a aulas preparatórias, abrir mão de um bocadinho do seu tempo livre, estudar pra 2 (ou mais) provas ao mesmo tempo… é, no mínimo, cansativo. Mas, quando tiver acabado, você vai se sentir orgulhosa de si mesma daquele jeito que a gente fica quando consegue fazer bem uma coisa difícil. E, toda vez que a sorte não estiver lá muito a seu favor, pense: mas eu consegui fazer a Olimpíada, isso eu tiro de letra também.

Já ouviu falar de Olimpíadas Científicas? Se você der uma chance à elas, não será mais a mesma.
Desafio aceito. (wifflegif.com)

9. O trabalho em equipe (e as pessoas novas.)

De longe, na opinião da minha própria pessoa, essa é a melhor parte (junto com o conhecimento.) Além de, pela estrada afora, você acabar conhecendo gente nova (e, se você der a mesma sorte que eu, boa gente), você compartilha os bons e os maus momentos com pessoas que você já conhecia (seus best friends, seus colegas de sala que você nem falava tanto, seus professores) e o vínculo não é mais o mesmo de antes. 

Já ouviu falar de Olimpíadas Científicas? Se você der uma chance à elas, não será mais a mesma.
(giphy.com)

10. Treine pro vestibular.

For better or for worse (tradução literal: pra melhor ou pior), dependendo da Olimpíada, você treina habilidades superúteis na escola e no vestibular, tipo gerenciamento de tempo na hora da prova e durante o período da Olimpíada (conciliar qualquer coisa com o terceiro ano, na verdade, já é, praticamente, um superpoder), escrita ou cálculo. Além disso, é bem mais fácil testar diferentes metódos de estudo e escolhar o que melhor funciona se você gosta do assunto. 

Já ouviu falar de Olimpíadas Científicas? Se você der uma chance à elas, não será mais a mesma.
(gradeslam.org)

11. Divirta-se. 

Se nada disso te fez pelo menos considerar dar uma chancezinha, pense na diversão. A resenha com sua equipe ou a galera que tá competindo junto com vocês, viajar pra lugares novos, sair pra comemorar com seus amigos quando vocês passarem de fase, aprender coisas novas sobre o que você gosta… isso é só uma partezinha do que pode acontecer se você ser uma chance às Olimpíadas Científicas.

Já ouviu falar de Olimpíadas Científicas? Se você der uma chance à elas, não será mais a mesma.
(much.com)

Se esse post te deu uma ajudinha e/ou se você gostou, curta e compartilhe para ele ajudar mais ser humaninhos. Vocês já participaram de alguma Olimpíada? Como foi?

*Imagem do Unsplash

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *