Dicas de Estudo

Porque você tem potencial para escrever uma boa redação

junho 30, 2016

Bom, vários motivos, todos eles explicadinhos ao longo desse post. Mas, antes de mais nada, é bem importante que você se lembre dessa frase: eu não preciso ser a pessoa de linguagens / reencarnação de Shakespeare / aquela criaturinha que sempre tira 1000 em tudo pra me dar bem. 
Na verdade, na verdade mesmo, você só precisa de duas coisinhas: repertório e domínio da técnica.

1. Porque a maioria das propostas de redação dos vestibulares vem com manual de instruções.

Existem propostas de redação mais específicas e outras menos (no que diz respeito ao que exatamente eles tão avaliando), mas a maioria dos vestibulares (inclusive o ENEM) adota o gênero dissertativo-argumentativo, sobre o qual te dizem quase tudo (estrutura, linguagem, tom). Além disso, com prática, conversas com seu professor ou com os corretores da sua escola, e leitura de outras redações, você começa a pegar o jeito.

Veja porque você pode tirar boas notas em redação mesmo não gostando de escrever. Imagem do Google.
Que é que eu vou fazer? Que é que eu vou fazer? 

2. Porque até os temas dificinhos tem jeito. 

Não me pergunte porque alguém mandaria um estudante supermeganervoso num sistema educacional superenquadrado escrever sobre “Felicidade” ou “Amizade”, mas, nesses casos, o que te salva é seu repertório (conhecimentos gerais, frases, etc.) e entender o que os corretores esperam daqueles vestibulandos. Comassim? Quais são as competências avaliadas? Como escrever bem o gênero textual pedido? Por que as redações de nota máxima receberam essa nota? 

Veja porque você pode tirar boas notas em redação mesmo não gostando de escrever. Imagem do Google.
Mas o que é felicidade?

3. Porque não é lá muito difícil ser uma pessoa bem-informada.

As edições de Atualidades do Guia do Estudante é um bom começo, mas debata com as pessoas (próximas ou não) e escute o ponto de vista delas (mesmo que seja diferente do seu), assista a documentários, pesquise na Internet, acompanhe as notícias. Você não precisa saber tudo, nem gravar um milhão de frases, só se certifique de que o que você sabe, você entende

Veja porque você pode tirar boas notas em redação mesmo não gostando de escrever. Imagem do Google.
Você-Sabe-Quem RETORNOU (do jeito que o mundo tá, quem duvida?)

4. Porque gramática não é nenhum bicho de sete cabeças. 

Eu sei, a gramática do português tem um milhãozinho de detalhes que o inglês, por exemplo, não tem (ainda bem) e deixa os neurônios de quem não gosta (e até de quem gosta) dodóis, mas nem tudo está perdido. Preste atenção nas aulas, revise o conteúdo, faça exercícios e pratique a escrita. Só se aprende a escrever, escrevendo. 

grammar-series-unfortunate-events
Gramática é a número um, coisa mais importante nesse mundo daqui pra mim

5. Porque argumentar é uma questão de prática.

O primeiro passo para argumentar bem é ter o que dizer. Não precisa ser algo inédito ou que solucione todos os problemas da humanidade, só precisa ser claro. E como você aprende a falar ou escrever bem, de modo que as pessoas entendam exatamente o que você quer dizer? Ora, treinando. E revisando, o que me leva ao próximo ponto…

Veja porque você pode tirar boas notas em redação mesmo não gostando de escrever. Imagem do Google.
Tô te interrompendo! Porque sou bom de discutir!

6. Porque tão importante quanto o texto em si é, na verdade, prestar atenção nele.

Um acento que faltou, uma palavrinha no lugar errado, um período que precisava de uma arrumadinha e… cabô-se. Você perdeu alguns pontinhos porque estava com pressa ou em pânico ou deixou passar mesmo. Na verdade, você sabia, e sabia como consertar o problema se tivesse o vistoPor isso, revise

Veja porque você pode tirar boas notas em redação mesmo não gostando de escrever. Imagem do Google.
Ei, preste atenção em mim

7. Porque você não precisa ser a melhor. 

Você não precisa ser exemplo, mito ou só escrever redações de mais de 9. Só precisa ter o know-how e praticar e administrar seu tempo e não entrar em pânico. Relaxe, não é tão difícil assim mas não é algo que você aprenda da noite pro dia. A prática leva à quase-perfeição, mais do que suficiente.  

Veja porque você pode tirar boas notas em redação mesmo não gostando de escrever. Imagem do Google.
Acho que fiz bem! 

8. Porque criatividade não é uma coisa tão abstrata assim. 

A criatividade da qual tanto falam quando o assunto é redação escolar ou de vestibular definitivamente não é a mesma da criatividade artística ou científica (graças à Deus… eu acho). Tem mais a ver com as conexões que você faz do tema com o mundo (intertextualidade), com a escolha de palavras, as citações, etc. 

writing-good
Isso é bom.

Então, fiquem calmos, meu povo. Parem de dizer coisas do tipo: nunca vou escrever assim (bom, não vai mesmo, porque ali é outra criaturinha e as pessoas são diferentes, logo elas não escrevem igual). Você pode muito bem arrasar numa redação mesmo nunca tendo tido notas boas ou não gostando muito de escrever.

Agora, me contem. Vocês gostam de escrever? Se sim, me mandem alguma coisa que vocês escreveram. Tô curiosa. De onde vêm seus argumentos? Se esse post te deu uma ajudinha, curta e compartilhe 🙂 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *