Uncategorized

Porque você não precisa ser a melhor sempre

By on julho 21, 2016

Na verdade, você não precisa ser a melhor nunca se você não quiser. Não é recalque (eu até achava que era, mas não é), mas eu definitivamente não sou fã das histórias de sucesso. Sabe, aquelas sobre alguém que foi aceito em 7 universidades estadounidenses porradonas ou que passou em Medicina nas estaduais, na Federal, na USP? Não é que eu tire o mérito dos protagonistas (muito pelo contrário, *sintam-se abraçados*). O problema é que, quando contam essas histórias, é como se dissessem SEJA ASSIM.

     que…. a esmagadora maioria dos adolescentes e jovem adultos não é desses, e quando largam a célebre frase: “Ó! Fulano fez isso!” querendo inspirar a gente mesmo, o tiro sai pela culatra. Pra quê que eu, terceiranista me ferrando até nas minhas matérias favoritas, vou tentar passar em qualquer coisa se meu concorrente provavelmente é que nem aquela menina do ano passado que sabia gramática botânica?

        Por isso, minhas queridas e meus queridos, que escrevi esse post. Como diz a senhora sua mãe, você não é todo mundo. Ou melhor, você não tem que ser a parcela mínima da população descrita acima.  Então repita comigo (em voz alta, se possível): Por que eu não preciso ser a melhor sempre? PORQUE. EU. NÃO. SOU. OBRIGADA.

Mesmo com todo mundo dizendo o contrário, saiba que quem você é é mais do que suficiente.
(Desconhecido)

Porque o mundo dá voltas e olha você por cima.

Benzinho, você não vai ser –mais uma aluna meio ruim em tudo, nada especial comparado àqueles gênios para sempre. Você vai ser o que você quiser ser (dentro da realidade, o que não quer dizer que você não possa ganhar um prêmio Nobel mas princesa da Disney é impossível). Se você TRA-BA-LHAR pelo que você quer, pode ser tão bem-sucedida quanto todo mundo que você quer tanto ser.

beyonce
(Celebuzz.com)

Porque você é você.

Observe que eu usei quanto não como. Como disse Oscar Wilde, “seja você mesmo; todos os outros já existem.” Eu sei que é fácil falar: o boletim do vizinho é sempre melhor ao olhos da família, o namorado do vizinho é um amô comparado aos seus peguetes (ou nem isso)… mas seja lá com quem você se compare, essa pessoa não tem sua história, seus defeitos (e nem suas qualidades, vale ressaltar)… você não sabe pelo que ela passou, e nem com o que ela lida todo santo dia. Com suas devidas exceções, ninguém é melhor para viver sua vida e realizar seus sonhos do que você.

Mesmo com todo mundo dizendo o contrário, saiba que quem você é é mais do que suficiente.
Apenas seja verdadeira com quem você é. (Amazing-lyrics)

Porque de jeito nenhum o sucesso de outras pessoas significa seu fracasso.

No fim das contas, você não é melhor nem pior do que ninguém, e nem igual. As pessoas são diferentes. Mas, assim, será que o sucesso dela(e) é mesmo o que você quer? Será que não seria melhor o seu sucesso? 

others-success
O sucesso de outros não é o seu fracasso. (Tumblr.com)

Porque você é muito mais do que acha.

Você é. Agorinha mesmo, não sóooo depois do ensino médio. Você é muito mais do que uma nota, algo que alguém disse sobre você, baixa autoestima ou seus erros. Você é o que você ama, o que você quer, o que você faz (tanto as coisas ruins quanto as boas), e você tem potencial pra ser seja lá o que você quiser ser. Não se esqueça disso. Nunca. 

Mesmo com todo mundo dizendo o contrário, saiba que quem você é é mais do que suficiente.
Mantenha a cabeça erguida, você é uma estrela!

Porque você (e seja lá quem for) tá errada. 

Sabe aquela vozinha na sua cabeça? Na minha era:  ai, meu Deus, eu vou perder o ano. Eu não valho nada. USP, USP, USP. Os backing vocals eram depoimentos de estudantes que passaram nas Ivy League, e o que as pessoas diriam quando eu estivesse num emprego monótono casada com um cara que eu odiasse e desligasse o rádio quando minhas músicas favoritas tocassem porque elas me lembrariam do que eu nunca tive (ai, que drama). Tudo errado. Nunca achamos que somos bons, quando devíamos tratar nós mesmos como tratamos nossos best friends

Mesmo com todo mundo dizendo o contrário, saiba que quem você é é mais do que suficiente.
E aí eu tô tipo: “Quem se importa? Sou incrível.” (Desconhecido)

Porque o problema não é só seu. Isso não significa que você não seja o seu problema… a sua solução. 

Não tô justificando as burradas que você (eu também) fez (por exemplo, desperdiçar o esforço dos seus responsáveis legais ao não dar a mínima pra sua educação), mas os valores da sociedade e o sistema educacional brasileiro tão muito errados. A galera acha superbonito estudar 10 horas por dia,  dormir 3, não parar nunca pra fazer qualquer coisa isso tudo prum sucesso que Deus sabe se vão poder aproveitar porque a ansiedade, as doenças que atacam quando o sistema imunológico tá ferrado tão aí. As diferentonas que não querem essa maluquice pra elas não são perdedoras ou fracas, são as sãs.

Mesmo com todo mundo dizendo o contrário, saiba que quem você é é mais do que suficiente.
É uma armadilha! (Imgur.com)

Porque, às vezes, desistir dos seus sonhos é o único jeito de realizá-los.

Desistir dos seus sonhos. Parece que só de falar essa frase você é condenada àquela vida mais ou menos que um monte de filmes estadounidenses criticam, mas existe uma diferença entre você deixar seus sonhos pra trás e realizá-los estratégicamente. Ás vezes, adiá-los ou adaptá-los (por exemplo, fazer faculdade na sua cidade e depois pós fora dela) é o empurrãozinho que precisava.

sex-city-samatha
Eu te amo mas eu me amo mais. (medium.com)

Porque talvez o fato de que você não seja a última bolacha do pacote seja propício.

Eu nunca estudei na vida e acabei não sendo lá o tipo duma Harvard da vida, aí eu criei esse blog pra que vocês não cometam os mesmos erros (não que eu sinta muito por isso hoje em dia.) Sabe quando os professores dizem que eles era péssimos nas matérias que eles ensinam? Use seus defeitos ao seu favor, gaste-os (tradução: faça graça), faça algo bom e bem você com sua vida… só não continue se lamentando por não ser outra pessoa, ou ter outra vida em outro lugar… 

sorry-not-sorry
Desculpa, não tô arrependida. (Desconhecido)

Se esse post te deu uma ajudinha e/ou se você gostou, curta e compartilhe para ele ajudar mais ser humaninhos 🙂

*Imagem do Unsplash

Continue Reading

Uncategorized

Em caso de nota baixa, não se esqueça…

By on Maio 16, 2016

Eu sei, eu sei. Uma nota baixa (dependendo da prova) pode mudar seu futuro. Por isso, muita calma nessa hora, benzinhos. Felizmente, o significado de futuro é o que ainda está por virTraduzindo: minha pura maldade na hora de escrever histórias + meu coração de manteiga para finais felizes me ensinaram que existem pouquíssimas coisas nessa vida que não tem jeito. Afinal…

  1. Você é MUITO mais do que um número.

Miga, você não vale 4, vale 10 mesmo (mesmo que essa não seja sua nota de costume.) Ninguém é obrigada a ser bom em exatas ou boa redatora, mesmo tendo de se adaptar ao sistema para conseguir entrar na faculdade e/ou passar de ano. Para eles, você pode até ser um número, o importante é que isso não seja verdade na sua relação consigo mesma também. 

8 lembretes para quando você estiver na bad por ter tirado nota baixa. Fonte: Giphy
Você é inteligente, você é gentil, você é importante.

2. Notas baixas são um diagnóstico, não uma sentença de morte.

OK, talvez você precise dar mais gás numa matéria, ou assunto. Ou respirar fundo na hora da prova, ou aprender a administrar seu tempo. Seja lá qual for o problema, você ainda tem tempo pra resolvê-lo. Pelo menos, você está tendo de lidar com ele agora e não na hora H. Analise-o e resolva-o do melhor jeito possível. 

8 lembretes para quando você estiver na bad por ter tirado nota baixa. Fonte: Google
Não tinha acabado, ainda não acabou.

3. Ainda não acabou.

Beeeeeeem provavelmente essa não foi sua primeira nota baixa, e nem vai ser a última. Não entre em pânico, benzinho. A vida é feita de altos e baixos. Ainda dá tempo de você evoluir de quem vai pra 3 recuperações pra quem passa direto (ou com duas prova finais precisando de pouquinho, é normal). E, se não der, suas notas não necessariamente refletem que tipo de profissional você será.

8 lembretes para quando você estiver na bad por ter tirado nota baixa. Fonte: Tumblr
Não estamos quebrados, apenas torcidos e podemos aprender a amar de novo. (*momento fangirl histérica*)

4. Daqui a alguns anos, ninguém vai mais se lembrar disso.

Parece o fim do mundo agora. A gente tem a tendência de não aproveitar o presente mas, quando a coisa vai mal, a gente não consegue enxergar nada além desse mesmo presente. Mas nada dura pra sempre. Um dia, você vai se formar, começar a trabalhar, ser feliz e vai ser embaixadora da ONU em vez da menina que foi pra final de matemática não-sei-quantos-anos seguidos. 

8 lembretes para quando você estiver na bad por ter tirado nota baixa. Fonte: hafanforever.tumblr.com
Nunca voltarei. O passado está no passado.

5. Ache o lado positivo.

O único lado bom de cometer erros é a experiência. Às vezes, as questões que você resolve com mais facilidade no vestibular são aquelas que você errou e, por isso, teve de refazer over and over againMas não vale negligenciar o conteúdo no qual você tá craque. Aprenda com seus erros pra não cometê-los de novo.

8 lembretes para quando você estiver na bad por ter tirado nota baixa. Fonte: themindlessphilosopher.wordpress.com
O que não te mata, te fortalece.

6. Acontece. E você não é todo mundo. E nem perfeita. 

Não sei se todo mundo já tirou uma nota baixa pelo menos uma vez na vida (acho que sim, mas enfim…), mas (eis a indicada à Dica Mais Importante desse postnão importa se seu colega nunca tirou menos que 9 na vida (e nem se mata de estudar, a criatura) ou se só você se deu mal na prova, você tem seu tempo, seu ritmo, seu crescimento. Não se compare com os outros. É, honestamente, inútil e é uma dessas bads difíceis de sair.

8 lembretes para quando você estiver na bad por ter tirado nota baixa. Fonte: scratch.mit.edu
Não sou perfeita e não tenho de ser.

7. Tire umas férias.

É, isso mesmo. Dependendo do contexto, podem não ser muito longas mas elas tem que existir, você precisa de um tempinho pra respirar. Eu ia comparar isso com aquele tempinho de solterice depois daquele término levemente traumático, mas deixe pra lá… enfim, faça nada: assista a uma seriado, saia com as ‘migas ou o boyvai ser feliz, amorê.

8 lembretes para quando você estiver na bad por ter tirado nota baixa. Fonte: Giphy

8. Depois, mão na massa!

Pesquise/peça a seu professor pra resolver as questões que você errou, tente refazê-las um pouquinho mais tarde. Estude mais aquele assunto sobre o qual você não sabe muito (mas não negligencie os que você já tá craque ou sabe já um bocadinho) e recupere sua nota.

8 lembretes para quando você estiver na bad por ter tirado nota baixa. Fonte: GifHell
Pronta?

Se esse post te deu uma ajudinha e/ou se você gostou, curta e compartilhe para ele ajudar mais ser humaninhos. Como vocês se recuperam de notas baixas? Me contem.  

Continue Reading

Uncategorized

Aproveitando melhor aulas e palestras

By on Maio 7, 2016

Oi, gente. Seguindo a sequência do post da semana passadaagora que vocês já sabem por que é de suma importância aprender na sala de aula, vamos ao como.

1. De preferência, anote tudinho.

“De preferência” porque, no fim das contas, só você sabe como você aprende melhor. Eu só gravo e/ou entendo mesmo um assunto anotando com direito a um caderno mais colorido do que festa à fantasia e post-its, mas, se você não consegue fazer os dois ao mesmo tempo, dependendo da aula, talvez valha mais a pena prestar bastante atenção anotando só palavras-chave just in case (traduzindo: vai que…)

7 dicas pra aproveitar bem mais aulas e palestras. Fonte: athenasguide.blogs.brynmawr.edu

2. De preferência, sente na frente.

De novo, o “de preferência” tá aí porque as pessoas (e salas de aula) são diferentes. Mas sentar na frente vem a calhar por 2 motivos principais: 1) aproxima você do que tá acontecendo lá na frente, segurando sua mente no lugar (figurativamente, claro), e 2) sempre te vêem na hora em que abre pra perguntas. 

7 dicas pra você aproveitar bem mais aulas e palestras. Fonte: http://theadventuresofsaraht.tumblr.com/

 

3. Falando nisso, participe.

Tire dúvidas, não deixe que elas se acumulemSe não der tempo ou se você não quiser falar na frente de todo mundo, alcance o(a) professor(a) ou a(o) palestrante na saída. Se seu estudo estiver em dia, você consegue tirar a maioria das dúvidas antes da prova (vai que o povo não tá online no WhatsApp sexta de noite.)

7 dicas pra você aproveitar bem mais aulas e palestras. Fonte: Google

4. Vá para todas as aulas complementares possíveis (as que tem a ver com você, claro.)

Sabe quando dizem “conhecimento nunca é demais”? Errado. Antigamente, talvez, mas hoje em dia? Seletividade não é ruim. A menos que você, futura economista, tenha um interesse que Deus sabe de onde veio por física nuclear, talvez uma palestra sobre o assunto não seja bem a sua praia. Mesmo assim, não se feche. Vá para todas as palestras do seu colégio, provavelmente os temas não foram escolhas aleatórias.

7 dicas pra você aproveitar bem mais aulas e palestras. Fonte: Buzzfeed

5. Não acredite em tudo que ouve mas esteja aberta a ouvir pontos de vista diferentes do seu.

Principalmente fora do seu colégio, tome tanto cuidado com o que você aprende quanto com o que você fala. Nem toda fonte (humana ou não) é confiável. Ainda assim, só porque alguém não concorda com você, não quer dizer que esse alguém esteja errada. Se possível, um debate vem a calhar.

7 dicas pra você aproveitar bem mais aulas e palestras. Fonte: daily-asgardian-news
Como é?

6. Revise o conteúdo depois de um tempo.

Se for a aula/palestra for sobre uma assunto que você não quer de jeito nenhum esquecer, mantenha o conteúdo fresquinho na mente. Se você tomou notas, leia-as quando chegar em casa ou no dia seguinte (ou passe-as a limpo se sua mente, como a minha, funciona de maneira levemente caótica). Seja criativa: leia um artigo ou assista a um documentário  sobre o tema da aula/palestra ou um relacionado a este (ou esse, ainda tô fixando esse assunto.)

7 dicas pra você aproveitar bem mais aulas e palestras. Fonte: giphy.com

7. Se quiser, pegue o contato dos palestrantes.

Se eles disponibilizarem e for uma palestra sobre um tema que é a sua cara, super recomendo você anotar e guardar (ou seja, nada daqueles papeizinhos que sempre caem pelo caminho ou o rodapé daquele caderno que você nunca mais vai abrir.) É sempre bom fazer networking (traduzindo: ter uma rede de contatos.)

7 dicas pra você aproveitar bem mais aulas e palestras. Fonte: tumblr
Oi..

Se esse post te deu uma ajudinha e/ou se você gostou, curta e compartilhe para ele ajudar mais ser humaninhos. Como vocês aprendem na sala de aula? 

*Imagem do Unsplash

Continue Reading

Uncategorized

Porque é importante aprender na sala de aula

By on Maio 1, 2016

“Aprenda na sala de aula” é indicada para a Frase Mais Dita pelos adultos lá da escola, então comecei a escrever um post sobre as melhores maneiras de fazê-lo… aí passou pela minha cabeça as fileiras inteiras dormindo, a gente usando o amigo pra esconder o celular… etc. Talvez, quem sabe, antes de dizer a vocês como prestar atenção nas aulas, eu deva dizer o porquê

10 motivos pra você fazer um esforcinho e se concentrar nas aulas (mesmo nas piores), http://wp.me/p5PoBH-SC
COMO podem esperar que eu aguente o colégio num dia como esses?
  1. Ah, Lua, mas…

Comentem no post (ou, se vocês quiserem, apenas escrevam nalgum lugar) porque vocês não prestam atenção nas aulas. Façam a lista. Depois, façam outra lista: todos os sonhos que você não pode realizar sem estudar. Releiam a primeira, depois a segunda. Algum dos itens da primeira valem tão a pena assim?

listas

2. Você já tá aí mesmo.

Tô aderindo às seguintes filosofias: se uma coisa tem que ser feita de qualquer jeito, mesmo que eu não queira, farei-a da melhor maneira possível faça direito pra não ter de fazer 2 vezes. Fugir da escola dá trabalho, matar aula mais ainda, você não tem pra onde ir mesmo. Melhor acabar logo com isso. 

10 motivos pra você fazer um esforcinho e se concentrar nas aulas (mesmo nas piores), http://wp.me/p5PoBH-SC

3. Não acumule dúvidas.

Às vezes, aquela dúvida que você não tirou (porque tentou aprender tudo em casa) te impede de continuar porque os assuntos dependem uns dos outros. Além de você deixar coisa pra fazer no outro dia, o professor não vai te explicar tão detalhadamente quanto na aula. 

10 motivos pra você fazer um esforcinho e se concentrar nas aulas (mesmo nas piores), http://wp.me/p5PoBH-SC

4. Quem sabe, talvez, pode ser divertido.

Posso ser a criatura mais iludida da face da Terra, mas nunca vou perder as esperanças de que você acabe gostando de pelo menos um assunto da matéria que você mais odeia. Comecei o primeiro ano odiando tudo que não era Humanas e Linguagens, hoje em dia não tem uma aula que eu não goste.

10 motivos pra você fazer um esforcinho e se concentrar nas aulas (mesmo nas piores), http://wp.me/p5PoBH-SC. Fonte: GoodBooksandGoodWine.com

5. Concentração é um hábito. 

Ano passado (segundo ano), eu só prestava atenção nas aulas que gostava. Nas outras, viajava na maionese ou rabiscava historinhas, acreditando de pé junto que era só gostar de uma aula pra conseguir prestar atenção nela..errado. Tá melhorando, mas de vez em quando, minha mente involuntariamente faz um milhão de conexões e vai parar láaaaa longe, mesmo numa das minhas aulas preferidas.

10 motivos pra você fazer um esforcinho e se concentrar nas aulas (mesmo nas piores), http://wp.me/p5PoBH-SC
Foco.

6. Não atrapalhe (nem a si mesmo.)

Diz-se muito: se for pra atrapalhar, se atrapalhe sozinho. Tá certo, mesmo que você já saiba de cor e salteado o assunto ou queira um curso menos concorrido, você não tá sozinha no mundoMas também não se atrapalhe, benzinho. A única pessoa sob a qual você tem controle é você mesma, use isso ao seu favor.

10 motivos pra você fazer um esforcinho e se concentrar nas aulas (mesmo nas piores), http://wp.me/p5PoBH-SC. Fonte: Google
Não me associo com pessoas que culpam o mundo por seus problemas. Porque você é o seu problema e também sua solução.

 

7. O tempo não volta… nem para.

Você pode responder o crush depois, tretar no Facebook depois, bater o recorde do Angry Birds depois… sabe o que você não pode fazer depois? Assistir àquela aula de novo (quer dizer, pode até pode, mas enfim…), tirar suas dúvidas, economizar tempo. Aliás, nem venha com “só 5 minutinhos”. Só 5 minutinhos e você se perde todinha, nem sabe mais de nada. Tudo bem, é impossível concentrar-se 100% do tempo (para seres humanos, quero dizer), mas tentem, gente, sem precisar de pânico. 

10 motivos pra você fazer um esforcinho e se concentrar nas aulas (mesmo nas piores), http://wp.me/p5PoBH-SC. Fonte: Bustle
Aproveite o dia.

8. Não dá tempo pra aprender tudo depois.

Nem na noite anterior à prova, nem antes. No segundo ano, até que aprendi bastante coisa estudando depois, em casa de boa, mas no terceiro? Esqueça, benzinho. (Não entre em pânico porque isso é completamente normal) Simplesmente não dá tempo de estudar tudo. Revisar, sim, dependendo do seu cronograma. Aprenda em sala de aula pra só faltar fazer exercício em casa. 

10 motivos pra você fazer um esforcinho e se concentrar nas aulas (mesmo nas piores), http://wp.me/p5PoBH-SC. Fonte: Google
Ninguém tem tempo pra isso.

9.Um pouco de tough love (amor duro) agora…

Quem paga sua escola? Se ela for pública, quem possibilita que você vá a escola? Seja quem for, essa pessoa se esforça pra que você tenha uma educação e seja o que você quiser ser, não pra você fazer baderna ou ficar de cara pra cima. 

10 motivos pra você fazer um esforcinho e se concentrar nas aulas (mesmo nas piores), http://wp.me/p5PoBH-SC. Fonte: Google
Aprenda alguma coisa disso.

Gente, são só 100 minutos cada aula 5 dias por semana por 16 anos (em média). Parece um tempão, eu sei, mas, pense que isso é só uma partezinha da sua vida e é, na maioria das vezes, o único caminho pra você realizar seus sonhos. O que pesa mais na balança?

Se esse post te deu uma ajudinha e/ou se você gostou, curta e compartilhe para ele ajudar mais ser humaninhos. Como você se motiva pra continuar focada nas aulas? Caso você não o faça, o que te impede?

*Imagem do StockSnap.io

Continue Reading